ASAE apreende 500 quilos de géneros alimentícios e instaura processo-crime em Ponte de Lima

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) realizou, através das Brigadas de Indústrias da Unidade Regional do Norte, uma fiscalização a um entreposto frigorífico industrial decorrida nas últimas semanas em Ponte de Lima, foi hoje anunciado. No total apreendeu 500 quilos de géneros alimentícios, no valor de 1.700 euros,

Num comunicado enviado pela ASAE às redações, pode ler-se: “Procedeu-se à apreensão de 500 quilos de géneros alimentícios de origem animal (pescado e produtos cárneos) que não tinham qualquer rastreabilidade, sendo que alguns apresentavam violação das embalagens”.
De acordo com as informações, a apreensão ocorreu no contexto de “uma operação de fiscalização direcionada a um entreposto frigorífico industrial para verificação do cumprimento das condições de armazenagem e manipulação de géneros alimentícios”. 

Questionada pela agência Lusa, fonte oficial da ASAE informou que a operação “ocorreu nas últimas semanas em Ponte de Lima”, tendo sido operacionalizada pelas Brigadas de Indústrias da Unidade Regional do Norte da autoridade.

“O valor total da apreensão ascendeu a 1.700 euros”, refere a ASAE no comunicado, acrescentando que os géneros alimentícios foram “classificados de ‘anormais avariados’ com falta de requisitos e encaminhados para destruição”.

Segundo a ASAE, “apresentavam notória formação de cristais, gelo na sua superfície, desidratação e descoloração, alguns com cor amarelada, tendo ainda ultrapassado a data de durabilidade mínima e a data de limite de consumo”.

A operação levou ainda à “instauração de um processo-crime por comercialização de géneros alimentícios ‘anormais avariados’”.

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.