Mais de 60 mil médicos elegem a partir desta terça-feira novo bastonário

Mais de 60 mil médicos elegem a partir desta terça-feira e até 19 de janeiro o bastonário e os órgãos da Ordem dos Médicos, numas eleições disputadas por seis candidatos e cuja votação será feita eletronicamente.

Rui Nunes, Alexandre Valentim Lourenço, Bruno Maia, Carlos Cortes, Fausto Pinto e Jaime Branco são os seis candidatos a bastonário da Ordem dos Médicos (OM) para o triénio 2023/2025, cargo ocupado atualmente pelo médico urologista Miguel Guimarães, que termina agora o segundo mandato.

Além do bastonário, os 61.133 médicos vão eleger também os órgãos sociais da Assembleia de Representantes, do Conselho Superior, os órgãos regionais e sub-regionais dos conselhos disciplinares da Ordem dos Médicos.

Caso nenhum dos candidatos a bastonário obtenha a maioria necessária, haverá uma segunda volta que decorrerá entre 07 e 16 de fevereiro.

Um dos seis candidatos a bastonário é o especialista em Ginecologia e Obstetrícia e presidente no mandato que está a terminar do Conselho Regional do Sul da Ordem dos Médicos (OM), Alexandre Valentim Lourenço, que assentou a sua candidatura em três eixos que visam valorizar o médico, a Medicina e a Ordem, com o mote “Temos o poder de mudar”.

Lusa

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.