Professores voltam a manifestar-se

Cerca de quatro dezenas de professores manifestaram-se, na última sexta-feira, à noite na Praça da República a reivindicar a contagem total de serviço. Apesar de marcada para as 21h, os primeiros professores chegaram já depois do segundo toque (cinco minutos depois) e o maior número apareceu já depois das 21h30.

“Respeito” e “Não desisto” continuam a ser as palavras de ordem da luta. Questionados com a pouca adesão de professores, alguns docentes argumentaram que “há um ano também começamos aqui nesta Praça o movimento das vigílias noturnas com 12 professores e depois foi um crescendo”.  

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.