Projetos interculturais de integração de migrantes

Perante o aumento de 120% da população migrante a residir no concelho, registado nos últimos 10 anos, e com maior incidência a partir de 2020, o Município de Vila Nova de Cerveira tem procurado delinear uma estratégia de apoio, concertada e consolidada, à sua integração na comunidade de acolhimento.

Apesar de não ser novo, o fenómeno das migrações tem criado grande impacto em todo o mundo, ao nível de desequilíbrios demográficos como também de alteração dos perfis migratórios, com implicações a nível económico, cultural, político e religioso. Atualmente, Portugal tornou-se num país de acolhimento para muitos migrantes, e o Alto Minho não é exceção. Como forma de dar uma resposta mais eficaz e eficiente, a CIM Alto Minho viu aprovada a candidatura do Projeto “AMAM – Rede de Apoio a Migrantes no Alto Minho”, ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), com o intuito de implementar ações que facilitem a inclusão de estrangeiros residentes na região alto-minhota.

A participação é gratuita, mediante inscrição na página www.bienaldecerveira.pt, e encontra-se sujeita a um máximo de 20 participantes por oficina. As sessões contarão com o apoio de tradução simultânea nas línguas de português e inglês. O projeto culmina no final do ano com uma exposição dos trabalhos desenvolvidos em atelier e com a apresentação de um pequeno documentário.  

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.