A igreja católica está triste

Antero Sampaio
Antero Sampaio

Como católico praticante, batizado, comunhão solene, crismado, casado pela Igreja, com os filhos batizados, estou triste e envergonhado. Incrédulo com aquilo que leio nos jornais, sobre os abusos sexuais praticados por padres e bispos, a crianças indefesas, que ficam marcadas para toda a vida. 

Agora, vem D. José Ornelas, Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), afirmar no C.M.  de 4 de Março de 2023, que “quem deve indemnizar as vítimas são os abusadores e não a Igreja, enquanto Instituição”. O Sr. Bispo D. Ornelas, Presidente da CEP, vem dizer que a Igreja “não reconhece os clérigos abusadores como membros da Igreja”? Salvo melhor opinião, é de “BRADAR AOS CÉUS! “Pior, o Presidente da CEP afirma que os padres ou outros membros da Igreja no ativo, isto é, nas suas paróquias e Dioceses, que são suspeitos dos delitos sexuais, só serão afastados após análise, CASO A CASO, realizada pelas mesmas Dioceses. 

Ao contrário de outros Países, em que foram pagos milhões de euros às vítimas de pedofilia, por Ministros de Deus, no nosso País, isso não vai acontecer, afirmou o Presidente do CEP, pois, no seu entender, o abuso sexual deve responsabilizar apenas o abusador que, depois de ser considerado culpado, deve indemnizar a vítima ou as vítimas. 

Além disso, em relação aos “supostos abusadores”, D. José Ornelas afirmou, em Fátima, que “o que recebeu da comissão independente foi uma lista de nomes, alguns deles incompletos… e sem qualquer informação adicional. Portanto, concluiu, temos de, em primeiro lugar, saber quem são as pessoas (os abusadores), saber que acusações pendem sobre elas e, só depois, poderemos instaurar algum processo canónico”. Por isso, este Prelado, anunciou que a CEP pretende criar uma 2ª Comissão Independente que dê continuidade ao trabalho da que cessou funções há 20 dias, que fez um trabalho excelente, que queremos que continue”. Na minha opinião, quer isto dizer que a CEP necessita de mais elementos pessoais, quer dos abusadores e das vítimas, para depois “castigar”, com expulsão, creio eu, os culpados. 

Entretanto, os Bispos Portugueses, e isto é de louvar, reafirmaram “TOLERÂNCIA ZERO, nas suas Dioceses! para abusadores e para encobridores, admitindo que haja padres afastados não das suas paróquias, mas sim da Igreja. Espero também que a Procuradoria Geral da República seja rápida nas suas investigações e as transmita imediatamente à CEP, que vai ter a sua Assembleia Plenária, em Abril próximo e não seja necessário criar uma 3ª. Comissão   Independente….! Não há dúvidas: a Srª Deputada do Bloco de Esquerda é que tem razão!!! A IGREJA CATÓLICA ESTÁ TRISTE. E EU TAMBÉM. 

Outras Opiniões

Os leitores são a força e a vida do nosso jornal Assine A Aurora do Lima

O contributo da A Aurora do Lima para a vida democrática e cívica da região reside na força da relação com os seus leitores.

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.