A revolução tecnológica em curso e a Educação

Carlos Branco Morais
Carlos Branco Morais

Como pai jubilado, antigo professor e humanista atento, acompanho a revolução tecnológica em curso, particularmente, as abordagens dos diversos aspetos desta relacionados com a Educação. 

A otimização da comunicação à distância já foi causa de alterações na Escola e lançou alguns desafios aos pais, professores e alunos. Agora, a possibilidade de criar mundos virtuais, para simular situações da vida real, como trabalhar e estudar, trazem mais alterações e mais desafios a educadores e educandos e às instituições educativas, pelo menos, pela necessidade que todos estes têm de se adaptar, constantemente, àquelas alterações e responder àqueles desafios.

A Educação, desde há séculos, tem estado direcionada para a transmissão de conhecimentos, a aprendizagem de habilidades práticas e competências, a promoção de valores cívicos e morais e a formação do caráter, entendido este como os mecanismos do corpo e da mente que ajudam a moldar a identidade, as emoções e os comportamentos dos educandos. 

A distinção e a importância da sabedoria e do conhecimento na Educação remontam aos tempos salomónicos. E, desde então, aceita-se que devemos dar prioridade à aquisição de sabedoria porque, com esta, adquirimos o conhecimento. 

As novas tecnologias serão pouco indutoras de sabedoria, mas não podemos dizer, delas, o mesmo, quanto à aquisição de conhecimentos. De facto, as máquinas que simulam a inteligência humana até poderão revolucionar a Educação, no seu pilar de transmissão de conhecimentos teóricos. 

O mesmo não acontecerá nos outros três pilares da Educação. A promoção das habilidades práticas e competências continuará a ser obra da Escola e dos seus professores, mesmo que estes interajam com as inteligências artificiais.  E a formação do carácter dos alunos e a promoção de valores morais e cívicos serão sempre missões muito nobres dos pais e avós e dos professores e educadores!

Carlos Branco Morais

Outras Opiniões

Os leitores são a força e a vida do nosso jornal Assine A Aurora do Lima

O contributo da A Aurora do Lima para a vida democrática e cívica da região reside na força da relação com os seus leitores.

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.