Cadeira de transporte de doentes

Alfredo Faria Araújo
Alfredo Faria Araújo

No seguimento da apresentação de curiosidades da Santa Casa da Misericórdia mostra-se, desta vez, uma cadeira de transporte de doentes.

Esta possui duas peças metálicas de cada lado da cadeira onde se introduz um pau grosso e de tamanho adequado, para que seja transportada com a ajuda de dois homens.

No interior tem um assento para o doente estar sentado. Era a ambulância de antanho…

Como aconteceria noutras localidades, o transporte dos doentes até ao Hospital da Misericórdia de Viana podia ser feito pelo próprio pé, em carros puxados por animais ou em cadeirinhas pagas pela instituição no caso de se encontrar muito fragilizado e ter dificuldades de locomoção.

Entre 1848 e 1867 o enfermeiro-mor registou o pagamento a vários moços para transportarem os pacientes em cadeirinhas.

Outras Opiniões

Os leitores são a força e a vida do nosso jornal Assine A Aurora do Lima

O contributo da A Aurora do Lima para a vida democrática e cívica da região reside na força da relação com os seus leitores.

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.