Desporto em registo semanal

Carlos P. Baptista
Carlos P. Baptista

A Associação Juventude de Viana, impulsionadora do hóquei em patins em Viana do Castelo e no Minho, atravessa um período particularmente difícil, pelos maus resultados que vem acumulando nas jornadas do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão, na presente época desportiva.

A Juventude de Viana, fundada em 1976 e com hóquei em patins desde 1977, tem um notável palmarés nas principais competições nacionais do hóquei em patins; vice-campeã nacional em duas épocas seguidas; presença na taça CERES –  competição europeia; e o registo de grandes jogadores nacionais na equipa principal, ao longo dos tempos.

Com começo competitivo em Vila Praia de Âncora, a Juventude de Viana cedo entusiasmou e incentivou a construção do Pavilhão Municipal de Monserrate, que passou a ser o recinto de jogos e a sede do clube, após a sua concretização.

Desde então, Viana do Castelo passou a assistir a grandes jogos com os melhores hoquistas portugueses e a contar com uma equipa de elevada craveira técnica e apurada performance.

Nos últimos jogos, a ganhar por 0-4, acabou por perder para a Oliveirense por 6-4 e, em Riba D’Ave, a ganhar por 1-2 quase até ao final, deixou-se derrotar por 3-2. Derrotas duras e incómodas que não diminuíram a qualidade, a tecnicidade e a entrega da equipa vianense. Tão-só um amargo de boca a contragosto, para quem tanto precisava de pontuar para se manter no escalão principal do hóquei em patins, nacional.

Em Riba D’Ave, a fechar o jogo, uma bola alegadamente ao poste da baliza vianense, foi validada pela equipa de arbitragem e ditou a sorte do jogo, a favor da equipa adversária, por 3-2! Como modalidade extremamente rápida, o hóquei em patins origina uma enorme variabilidade de ações e decisões durante o jogo e, sem VAR, a verdade desportiva pode ficar arredada da aritmética do jogo. 

Um desfecho inglório e uma tormenta para fugir à descida de divisão, que não pode assumir contornos de tragédia nem despertar dramas. No longo percurso, a JV já atravessou períodos irregulares e instáveis que a remeteram para a 2.ª divisão, assistindo-se ao retorno imediato na época seguinte. 

A equipa da Juventude de Viana bem protestou no recinto e a revolta sentiu-se bem latente. A direção do clube emitiu um comunicado verberando o ocorrido. O desânimo com as arbitragens vem a afligir o destino do clube, pois nelas não se enxerga rigor e imparcialidade.

Porém, o desporto é mais que os resultados, e o emblemático clube de Viana incorpora os ideais mais respeitáveis da nossa comunidade de servir o desporto com grandeza e dignidade. A moderação e contenção, neste momento conturbado, serão o baluarte da constância do projeto desportivo da Juventude de Viana.

Nas Caldas da Rainha, a equipa sénior masculina do Voleibol Clube Viana perdeu (3-1) diante o clube local, na 6.ª jornada da fase final do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão, Série A2. Entretanto, o clube (VCV), vai aos Açores defrontar os jovens da Fonte do Bastardo, nos 4.ºs de final da Taça de Portugal, ditou o sorteio. Uma excelente oportunidade para brilhar diante de um sério candidato à taça!

As cores do símbolo Viana do castelo – Cidade Europeia do Desporto 2023, do carro do piloto de ralis Renato Pita, cintilaram em mais uma “Etapa Segura – Campanha Infantil de Segurança Rodoviária”. Vibração ao rubro com o carro do piloto!

Ninguém soube desempatar o jogo, nem mesmo o SC Vianense ao desperdiçar uma grande penalidade. Acabou por manter a liderança e o avanço sobre o Tirsense, e segue confiante no topo do Campeonato de Portugal. O opositor, o Desportivo de Monção, depois do nulo com os rapazes de Viana, caiu na última posição da tabela. Haja fé que a estrelinha voltará a brilhar!

Na Prova de Abertura – Região de Aveiro, que marca o arranque do calendário nacional de Ciclismo de Estrada, Marco Marques, vianense que alinha na recém-formada equipa do Óbidos Cycling Team, terminou no 25.º lugar, com o mesmo tempo do vencedor, e alcançou o top5 da Juventude. A tradição ciclista de Viana a rejuvenescer com novos corredores!

A Associação de Voleibol de Viana do Castelo e a Associação de Voleibol de Braga, vão constituir a Seleção Regional do Minho masculina e Adriano Paço, um dos grandes nomes do Voleibol no Minho e Nacional, é o selecionador Regional.O objetivo é divulgar ainda mais a modalidade! 

500 nadadores em representação de 50 equipas oriundas de Portugal, Espanha e Itália, disputaram o XIII Meeting Internacional da Póvoa de Varzim, na piscina municipal da Póvoa de Varzim. A EDV, com 274 pontos, alcançou o 9.º lugar e o Viana NC terminou na 20.ª posição. Ana Rodrigues deu à ED Viana mais duas medalhas (ouro nos 50m livres e prata nas 50m Mariposa). Viana sempre em grande na natação nacional!

O 3.º Encontro de Bâmbis/Benjamins de Hóquei em Patins da Associação de Patinagem do Minho, realizou-se em Viana do Castelo, com muita alegria e entusiasmo, numa organização da EDV. Dez equipas alegraram meio milhar de pessoas nas bancadas. Na EDV, 46 meninos querem garantir o futuro da modalidade!

O Santa Luzia FC foi surpreendido no Pavilhão José Natário, no confronto com a Novasemente GD, com quem perdeu (2-6). A falta de eficácia ditou um resultado pesado para as vianenses. Já a seguir, pede-se mais pontaria contra o SL Benfica, para a Taça de Portugal!

O árbitro João Loureiro, da AF Viana do Castelo, sofreu uma agressão no jogo do Campeonato Portugal, 14.ª jornada, série B, que opôs o Salgueiros ao Marítimo B. O árbitro deu por terminado o jogo ao minuto 87, tendo a FPF aberto procedimento disciplinar. Um comportamento intolerável de um jogador salgueirista!

Outras Opiniões

Os leitores são a força e a vida do nosso jornal Assine A Aurora do Lima

O contributo da A Aurora do Lima para a vida democrática e cívica da região reside na força da relação com os seus leitores.

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.