E o turismo, Sra. Doutora Helena Brito?

Antero Sampaio
Antero Sampaio

Permita que me apresente. Sou colaborador do Aurora do Lima e preocupo-me, sobretudo, com o Turismo em Viana. Gostei muito da sua entrevista de 10 de novembro passado, porém, não vi lá uma única palavra sobre o que as entidades que governam este concelho pensam em fazer de Viana do Castelo como cidade turística de eleição, sabendo que a Indústria do Turismo é, cada vez mais, um fator de peso na economia nacional. Cada vez mais, há turistas a visitar o nosso país, do Norte ao Sul. Mas, para captar mais turistas para Viana, não bastam as Festas da Srª da Agonia. 

São precisos mais eventos, como, por exemplo, uma Semana Santa em Viana do Castelo, como fazem em Braga, já que temos uma autoridade eclesiástica; uma Bolsa de Turismo, onde apareçam stands nacionais e estrangeiros, com a reserva de um grande stand de Viana do Castelo; uma Feira de Artesanato, com a apresentação dos produtos feitos nas nossas freguesias; uma Semana Gastronómica, onde os turistas possam provar o melhor que se come e bebe entre nós; um Campeonato Europeu de Hóquei Patins, já que temos instalações e alojamento de primeira classe; uma prova de Atletismo no fim do ano, uma São Silvestre. 

Muito mais haveria para anunciar, mas, já agora, como vai V. Exª alojar, se for contactada, os jovens estrangeiros que se desloquem às Jornadas Mundiais da Juventude, a realizar em agosto de 2023? V. Exª. poderá bem acordar Viana, já que outras entidades, na minha opinião, tardam em reconhecer que o Turismo pode trazer à cidade muito dinheiro. E, julgo, o bem-estar dos vianenses, do seu comércio, da sua restauração, do emprego dos jovens, na minha opinião, está acima de qualquer política partidária, seja de esquerda ou de direita.

Desejando a V. Exª uma longa duração à frente da União de Freguesias de Viana, subscrevo-me atenciosamente. 

Outras Opiniões

Os leitores são a força e a vida do nosso jornal Assine A Aurora do Lima

O contributo da A Aurora do Lima para a vida democrática e cívica da região reside na força da relação com os seus leitores.

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.