Governo esquece Alto Minho

Antero Sampaio
Antero Sampaio

O Governo há muito que se esqueceu do nosso Alto Minho, mas não são só as portagens. É um comboio internacional Celta movido a gasóleo, um derivado do petróleo, que circula até Valença numa linha electrificada que custou muitos milhões de euros, de 25.000 volts, quando o troço Valença/Vigo é de 3.000 volts. Não há ninguém neste pais que diga a D.Filipe VI que ordene à RENFE para pôr o troço electrificado Valença/Vigo a 25.000 volts para que o CELTA, circule, não a gasóleo, mas sim a electricidade.

Também n-ao se compreende porque o porto de Viana do Castelo não tem administração vianense, estando sob a alçada da APDL, sigla que deveria ser APDLVC. Também não vejo ninguém perguntar ao Governo porque o porto de Viana doCastelo não é administrado por um vianense. Esta situação prejudica a cidade que poderia ter um cais acostável para navios de cruzeiro, que poderiam visitar a a cidade durante todo o ano, com centenas de turistas a desembarcarem e fazerem compras. Mas ninguém diz nada. Viana do Castelo é terra de Turismo e a prova é a construção de dois novos hotéis, IÃ,que vão criar muitos postos de trabalho aos jovens vianenses saídos da Escola Hoteleira e do IPVC-Curso de Gestão Turística. 

Também faz falta em Viana do Castelo um grande Centro de Exposições, onde possa haver uma Bolsa de Turismo do Alto Minho, uma Feira do Livro, uma semana gastronómica, com vinhos e petiscos de todas as localidades minhotas,, tudo para fazer de Viana um destino turístico europeu e mundial. 

                                   Antero Sampaio

Outras Opiniões

Os leitores são a força e a vida do nosso jornal Assine A Aurora do Lima

O contributo da A Aurora do Lima para a vida democrática e cívica da região reside na força da relação com os seus leitores.

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.