Portas escancaradas…

Nunabre
Nunabre

Na sua última passagem por Lisboa (J.M.J.), o Papa Francisco manifestou vontade de uma Igreja sem portas, ou, pelo menos, com portas abertas para que todos, todos, possam ali entrar…! Isto é: por mais e diferentes que entrem na Barca, esta não irá ao fundo…!

Ora eu, espírito irrequieto e muito atento, estranhei um pouco tais palavras. Penso ainda nos Reformadores (Lutero, Calvino, etc.), nos Cismas (Oriente e Ocidente), nas Heresias, nos Concílios Ecuménicos, nas Ex-comunhões papais, nas vítimas inocentes da Inquisição em tantas congregações religiosas, ciosas até umas das outras, não sendo fácil de compreender o portas abertas e todos para todos poderem entrar…” A não ser que, no frontispício do edifício Igreja, imaginemos um letreiro que se encontrou na portaria de um Manicómio que dizia assim: “Nesta casa nem todos os que estão são e nem todos os que são estão”. Igreja igual a Comunidade de pensantes sensíveis em tudo por igual! 

Parece que a afirmação papal causou pru-rido alérgico em alguns ouvintes. Na viagem aérea de regresso ao Vaticano alguém terá inquirido mais perante o Papa Francisco. Todos um, como filhos ao colo da Mãe ou como agasalhados sob asas do mesmo guardião! A Igreja é de todos e para todos. Entrem nas portas escancaradas…!

Outras Opiniões

Os leitores são a força e a vida do nosso jornal Assine A Aurora do Lima

O contributo da A Aurora do Lima para a vida democrática e cívica da região reside na força da relação com os seus leitores.

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.