“Velho” e “Moço”

Nunabre
Nunabre

O meu caro leitor – tal como eu – talvez goste de enriquecer sua Cultura geral através de leituras proveitosas… Aqui lhe deixo um “prato” da minha ementa – algo sobre CRANACH (1473-1553), célebre pintor e gravador alemão.

Era conhecido por “Lucas – o Velho” e tinha um filho e colega de profissão -conhecido por “Lucas o Moço “.

O pai, sobretudo, dedicou-se a pinturas e gravações de temas religiosos, cristãos ou pagãos…

Na sua coleção particular de quadros-obras suas, figurava um quadro de VENUS E SEU FILHO CUPIDO, deuses da Beleza e Amor nos velhos Romanos. 

Acerca deste “duo’ “Vénus e Cupido”, quantas lendas ou narrativas lendárias não existem por aí…

Uma por exemplo: – Um dia, o menino Cupido, brincando no jardim, fora picado por uma abelha que lhe causara dor desagradável no dedo picado.  Mimalho e queixoso, Cupido foi choramingar ao pé da mãe Vénus.

Esta tê-lo-ia acarinhado e confortado com estas palavras:

«o ténue ferrão da abelha dói menos que os teus farpões; o que ela te fez no dedo – fazes tu, nos corações l?…

Curiosa lenda – não achas caro leitor!?

Talvez por isso e não só, abundam provérbios entre o Povo:

“quem se sujeita a amar – sujeita-se a padecer”; “Amor é sofrimento”;

“O Amor é como a cebola; dá gosto, mas faz chorar”…

Mas, por outro lado, “Amor é ferida que dói e não se sente” (Camões),

Amar é apreciar “doce fel do deleite” ou “acre prazer das dores” (Garret).

Amor é sentimento que reclama cuidados…

Velho ou Moço, não esqueçam que “com coisas sérias não se brinca”, pois que ” tantas vezes a brincar dão-se tragédias de Amor”.

Outras Opiniões

Os leitores são a força e a vida do nosso jornal Assine A Aurora do Lima

O contributo da A Aurora do Lima para a vida democrática e cívica da região reside na força da relação com os seus leitores.

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00

Ainda não é assinante?

Ao tornar-se assinante está a fortalecer a imprensa regional, garantindo a sua
independência.